Obstetrícia

A obstetrícia cuida da saúde do binômio “Mãe/Feto” quer seja em sua evolução normal quer seja em seu desvio (patologia).

Cabe ao obstetra ter conhecimento e fazer atualizações constantes.
A prática médica exige o compromisso de aliar o que está consolidado com novos conceitos para aumentar a segurança das pacientes e qualificar nossa assistência.

Na moderna obstetrícia o conhecimento se modifica vertiginosamente. O elemento integrador desta harmonia e desta dinâmica é o PROTOCOLO.
No Pré-Natal se cria e se desenvolve a relação Médico/paciente através do diálogo do que pode acontecer e para isso há necessidade de diálogo e abordar temas tais como:

 

 

 





 

Abortamento.
Gravidez ectópica.
Hiperemese gravídica.
Trabalho de parto prematuro (TPP).
Rotura prematura das membranas.
Hipertensão na gestação.
Eclâmpsia.
Anemias na gestação.
Diabete gestacional.
Infecção urinária e gestação.
Sífilis e gestação.
Rubéola e gestação.
Toxoplasmose e gestação.
Hepatite B – C.
Hemorragias do 3º trimestre.
Gestação gemelar.
Doenças hemolíticas perinatal.
Retardo do crescimento intra-uterino (CIUR).
Indicações do ecocardiograma fetal.
Pesquisa estreptococos do grupo B.
Indução do parto.
Hemorragia pós-parto.
Infecção puerperal.
Mastite puerperal.
Exames laboratoriais.
Exames por imagens.
Cardiotocografia.
Medicina fetal.
Neo-natologista na sala de parto.
Anestesista especialista em assistência à parturiente.
UTI neo-natal.

Parto humanizado com participação da família.
Alojamento conjunto.


Estímulo para o aleitamento no seio materno desde os primeiros minutos do nascimento.